Informações e referências de Dan Winter - fonte artigos Daniel Pinto - Portugal http://astrologia.sapo.pt/X822/119197.html Daniel Pinto - Portugal, 2000

Experimentando "Geometria Cósmica" por Nuno Pinto
Decorreu em Sintra, nos dias 18, 19 e 20 de Agosto o workshop de "Geometria cósmica" orientado por Daniel Winter e inserido na tournée europeia "Revelations from the Heart".

Durante o fim-de-semana Daniel Winter abordou algumas das áreas de investigação que têm sido trabalhados, passando alguns conceitos muito interessantes. Não se pretende que este artigo, seja um retrato do workshop, mas sim uma síntese de alguns temas fortes.
Um dos marcos da carreira de Daniel Winter, é sem dúvida nenhuma o "Heart Link". Trata-se de um aparelho que permite medir as harmónicas do coração, e através do qual se pode confirmar a coerência emocional de uma pessoa. Isto é, através da análise das harmónicas pode-se ver qual o estado emocional de um determinado indivíduo.
Mas melhor ainda, é poder verificar que quando experimentamos o estado de beatitude ("bliss") o batimento cardíaco funciona na proporção do número de ouro (0.618). Na opinião de Daniel Winter, o facto do coração entrar nesta coerência harmónica, permite uma fractalidade tal que se cria um movimento eléctrico de constante renovação ("inside out"). Assim, Dan Winter acredita que quando aprendermos a manter esta coerência cardíaca harmónica, poderemos ter encontrado a chave para imunidade total e para a imortalidade. Naturalmente que, estas ideias são expostas e comprovadas de forma científica, com provas, documentação e conclusões, que pode encontrar mais pormenorizadas, no site de Daniel Winter em http://www.soulinvitation.com/indexdw.html

Dan Winter demonstrou ainda que apenas o que se partilha sobrevive ("only sharable survive"). Isto é, electricamente apenas as ondas que são partilháveis podem subreviver, o que significa que se não encontrarmos formas de partilha não conseguiremos sobreviver. Ou seja, seremos queimados (electricamente falando). Ao partilharmos, podemos com maior facilidade atingir a coerência cardíaca harmónica (número de ouro) e desta forma melhorarmos a nossa qualidade de vida.
Agora, como conseguir essa coerência harmónica? De acordo com Dan Winter, alguns exercícios de Tai Chi, Yoga, Danças Sagradas, Canto, Meditação, Abraço e outras práticas semelhantes, permitem que o homem atinga esse estado de beatitude que lhe permite manter a coerência harmónica. Talvez esta tenha sido a parte do Workshop mais intensa e mais próxima da realidade do nosso quotidiano.
Podemos de algo forma, começar a acreditar que é possível atingirmos um estado de saúde perfeito. No site de Dan Winter poderá encontrar informação sobre o câncro, que foi também abordada durante o fim-de-semana. Durante este Seminário foram também abordados alguns temas relacionados com as grelhas energéticas da Europa e os Templários e o destino espiritual de Portugal. Foi neste contexto que se discutiram também questões relacionadas com os Celtas, Xamâns e outros aspectos mais particulares como os labirintos. De qualquer forma, cremos que a melhor forma de se aperceber da verdadeira dimensão da importância e da variadade de conhecimentos que neste Seminário foi debatida, será melhor dar uma vista de olhos pelo site http://www.soulinvitation.com/indexdw.html local onde também deverá encontrar, dentro de pouco tempo, um espaço dedicado a Portugal.
por Nuno Pinto

 

Daniel Winter
(W)interview 7 de Julho de 2000 Na véspera da sua conferência em Atenas, e antecipando um pouco o seu evento em terras lusas (Seminário "Geometria Cósmica"), o investigador norte-americano Daniel Winter respondeu-nos a algumas perguntas.

SAPO: Qual é a sua principal área de investigação?

Dan Winter: Quando nos apercebemos que um coração que sente extrema felicidade ou compaixão, cria, electricamente, a forma fractal perfeita de pura integração - baseada na Proporção de Ouro - fez-nos chegar a algumas conclusões ainda mais profundas: em primeiro lugar, concluímos que a solução para a compressibilidade infinita é a compaixão; em segundo lugar, verificámos que a natureza da força gravítica pode muito bem ser a mesma solução que permite que elementos com uma determinada carga possam ser comprimidos (implosão); em terceiro e último lugar, constatámos que tornar algo auto-integrável (ou auto-embebível em qualquer coisa), é a chave para que QUALQUER efeito resultante de um campo (conceito físico) se torne auto-organizável e AUTO-CONSCIENTE. Se usarmos o princípio de que as (ondas) harmónicas em Phi (Proporção de Ouro), correspondem ao momento em que um (qualquer) sistema emerge do caos, poderemos ser capazes de utilizar feedback para ajudar o clima e o próprio campo gravítico da Terra a emergir do estado caótico para onde caminha. Em suma, isto sugere-nos que a consciência (sendo ela auto-referente) é capaz de servir o campo gravítico e a mente de "Gaia" - o planeta que habitamos, ou, dito de outra forma, integramos.

SAPO: Diga-nos há quanto tempo estuda estas matérias e porque razão se concentra tanto nelas.

Dan Winter: Nos últimos 20 anos já devo ter dado mais de um milhar de palestras sobre Geometria Sagrada e a natureza da EMOÇÃO COERENTE, incluindo muitas tournées mundiais. Trabalhei na Universidade de Detroit ainda como aluno e, posteriormente, já como licenciado, com um dos mais proeminentes psicofisiólogos de então, tentando identificar um padrão ELÉCTRICO relacionado com a EMOÇÃO. Mais recentemente, combinando a forma de onda musical e SENSORIAL das emoções (http://www.soulinvitation.com/touch/touch.html) com harmónicas da frequência do CORAÇÃO (do espectro de um electrocardiograma), creio que, finalmente, encontrámos as chaves musicais para a compaixão e o amor, como simples formas fractais capazes de se integrar no campo energético deste orgão!

SAPO: Existem já alguns resultados práticos deste seu trabalho de investigação?

Dan Winter: O feedback das harmónicas do coração é capaz de criar ambientes potenciadores de consenso... e de tornar-se numa ferramenta bastante útil (http://www.soulinvitation.com/module). O resultado prático mais evidente deste processo é o módulo Heartlink, o qual demonstrarei em Portugal. Outra aplicação prática surgiu, quando através de uma nova definição (do ponto de vista eléctrico) de (força de) VIDA (como um campo eléctrico, matematicamente integrável), pode mudar a forma como encaramos o conceito de ALIMENTO (http://www.soulinvitation.com/nourishedbyspin/nourishd2.html) e como decidimos deixar de fraccionar (gene-splicing) o nosso próprio ADN (http://www.soulinvitation.com/magneticx). Aprendendo a forma como a simetria de longas ondas magnéticas estabiliza o clima nas bioregiões em que ela se verifica, dever-nos-à tornar capazes de traçar um novo mapa de espaços sagrados através da utilização de pedras paramagnéticas (ver resposta à penúltima pergunta). Conhecendo a forma como a implosão eléctrica (optimizada pela sua integração na Proporção de Ouro) é matematicamente criada, é a chave para as novas tecnologias de energia (como a PodMod, por exemplo). Deste modo, quando usarmos dispositivos de energia NÃO LINEARES, deixaremos de lhes chamar "ENERGIA LIVRE" e reconheceremos, em oposição, como o campo gravítico terrestre sangra, ou então é alimentado, consoante a forma como alinhamos os nossos circuitos eléctricos relativamente a ele. Estas não são mais do que algumas das nossas aplicações práticas da Geometria Sagrada. Podê-las-à rever em www.soulinvitation.com/sbhowtos1.html.

SAPO: Porque razão decidiu incluir Portugal nesta sua deslocação à Europa? Sente algo de especial em relação a este País?

Dan Winter: É óbvio que quando se pensa em PORT-u-GAL, como o PORTO do Santo Graal, um particular interesse desperta em nós. É verdade que a área de Sintra tem sido referida em muitos mapas das linhas magnéticas Templárias como uma grelha do tipo "Reshel". A Península Ibérica, como um todo, está relacionada com os Pilares de Hércules, para além dos quais a Atlântida se "afundou". Mais precisamente, a migração tectónica que foi Thule/Atlântida, usou claramente as bioregiões magnéticas do Porto-para o-Graal como local de ancoramento (ou fixação) de um eixo de rotação ou de passagem de energias - um ponto pivot.

SAPO: É sabido que o investigador William Buelher (ex-oficial da Marinha Norte-Americana) tem desenvolvido alguns trabalhos acerca das Grelhas Templárias na Europa. Sabemos também que vai falar um pouco sobre elas e também sobre Sintra. É capaz de nos explicar porque razão esta região é tão especial neste contexto e é frequentemente mencionada por Buelher?

Dan Winter: A grelha "Reshel" principal, que é precisamente uma espiral na Proporção de Ouro semelhante a um "cálice dentro de um cálice", é uma projecção magnética na face da Europa com uma importante intersecção precisamente em Sintra. Este foi um local onde a grelha de luz da "reparação da estrutura temporal" foi lançada para Oeste. Muito simbólico, pois, que Colombo tenha navegado para a América através do portal existente nesta área. As navegações de Colombo poderão ter sido uma insígnia Templária, simbólica de uma missão destinada a encontrar um lugar onde os mapas estelares do Antigo Mundo passassem para o Novo Mundo, permitindo às "sementes estelares" sobreviventes - os "filhos do Graal" - re-habitarem as estrelas (ref. Spiritual Destiny of the America's: http://www.soulinvitation.com/eldorado).

SAPO: A Geometria Sagrada é uma ciência intemporal. Pode comentar esta frase?

Dan Winter: "Sagrado" é, de facto, um nome para a forma como as ondas partilham, ou convergem, ou criam simetria, de forma a que se tornem sustentáveis, ou imortais, ou intemporais. Quando a convergência implosiva de ondas se integra na Proporção de Ouro, o disparo para além da velocidade da luz (pinning operation) entra, de facto, nos corredores do tempo (o "espelho unificador de fase" exemplifica a física deste processo).

SAPO: Possui algum projecto especial para o futuro?

Dan Winter: Sim, uma visão que permita que as harmónicas do coração em todo planeta se sintonizem através do uso de uma ferramenta que tenha como base a plataforma de comunicação da Internet. A alegria (compressibilidade = densidade = êxtase/alegria) pode ser uma opção... (http://www.soulinvitation.com/module).